24/7 Ensaio para meditação das máquinas

Part of the research:
Technology & Capital
(Feat. Grupo Dobra)











Verbo-ação. Fazer. Produção. Next. Mais. Vai.

Task completed. Sinapse mal feita. Cansaço touchscreen.

Dopamina.

A cada segundo, seis novas tarefas são criadas na plataforma Asana, uma das mais populares das lojas de aplicativos na categoria “produtividade”. Asana é o termo do Ioga Sutra para a posição firme e confortável utilizada para meditar e contemplar.

A ficção de que as máquinas nos liberariam do trabalho repetitivo e alienado não se realizou. Ao contrário, o capitalismo cognitivo nos mantém em ritmo rotativo, escravizados, sustentados pela ilusão da positividade. Valoriza-se a pessoa “constantemente envolvida, operando, interagindo, comunicando, reagindo ou processando em algum meio telemático” (CRARY, Jonathan. 24/7: capitalismo tardio e os fins do sono. São Paulo: Ubu Editora, 2016).

Este objeto-instalação é um primeiro estudo para uma estratégia de fazer uma máquina meditar. Submerso e isolado, o computador se auto-escaneia ad eternum, linguagem-arte que reinventa sua função no mundo produtivista. A placa registra o número de tarefas criadas no aplicativo Asana desde a abertura da exposição.

A intuição das máquinas. A humanidade artificial.













Instalação exibida na mostra _MOLA
Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, julho de 2018
Curadoria: Lucas Bambozzi e Fernando Velásquez









.